08 janeiro, 2011

O meu sofá:


Começa a parecer.se com o de um psicólogo. Duas noites seguidas, dois amigos diferentes... no mesmo canto do sofá a chorar por motivos idênticos.

Todos temos as nossas feridas. Todos temos os nossos momentos maus. Adoro quando os meus amigos sabem que têm o meu ombro... porque eu confesso (e eles sabem!), não vivo sem o deles.

2 comentários:

Eu sou assim e assim sou eu disse...

para que servem os amigos se não (também) para isso? :)

Sophia disse...

Essa é a questão! Os (verdadeiros) amigos servem essencialmente para isso. :)